quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Por que livros transformam o mundo?


Há um tempo atrás, uma pessoa sugeriu num grupo do facebook que escrevêssemos algo em relação ao  tema "Por que livros transformam o mundo?". Não lembro bem do contexto, mas o tema me deixou encucada e comecei a pensar sobre ele. Dessa matutação toda surgiu o texto abaixo.


        Parafraseando uma frase do Paulo Freire, eu lhes digo: O que, de verdade, muda o mundo? São as pessoas. E o que pode mudar as pessoas? Muitas coisas e, dentre elas, os livros. E por que? Bem, é essa é a pergunta de um milhão de dólares, certo? Tenho uma possível resposta, vamos conferir comigo?


          Com um livro temos acesso ao conhecimento. E ressalto que essa palavra não está
ligada unicamente aos fatos históricos ou dados científicos. Ela também representa o conhecer das relações humanas, de estórias de jornadas heroicas, de histórias de superação das pessoas. Trata-se de conhecer e se aventurar, pelo ponto de vista do autor, por um tipo de mundo. Os autores são pessoas que se propõe a escrever um conteúdo para passar a outras pessoas. São mundos diferentes tocando uns aos outros. E quando um mundo, mesmo sendo somente um, toca outro, uma energia se forma.


         Alguém já assistiu aquele filme “A Corrente do Bem”? É a história de um menino que, incentivado pelo professor, pensa em uma maneira de mudar o mundo. O menino dá a seguinte ideia: para cada favor que ele receber, irá ajudar três pessoas diferentes com algo que elas não consigam fazer sozinhas. E elas, em troca, fariam a mesma coisa, ajudando outras três pessoas. E isso foi reverberando de tal forma que trouxe mudanças na vida do menino.


Eu acredito que é assim que funciona com os livros e com tantas outras coisas... uma ação leva a outra. Livros podem ser de aventuras, de horror, de suspense, de mistério; podem ser acadêmicos, informativos; podem ser biografias. Podem ser sobre qualquer coisa que se queira escrever. Um livro também é o resultado do esforço de uma pessoa para passar alguma experiência aos seus leitores. De proporcionar momentos de entretenimento, no sentido de prender o leitor à estória a ponto do mesmo não conseguir mais largá-la antes de chegar até a última página. Ou talvez de conduzir a visão de novas perspectivas sobre diferentes situações. Oferece também a possibilidade de entrar em contato com histórias de vida de outras pessoas, como nas biografias. Há também livros que possuem a destreza de afastar seus leitores, pois suas palavras por mais belas que sejam são vazias de significados e não conseguem atingir a alma de ninguém.


Mas, vamos nos ater àqueles que nos cativam.


E após esse mergulho que o leitor se propôs a fazer, ele não será mais o mesmo. Porque foi afetado pelo que leu: seja para amar e compartilhar, seja para odiar e desprezar. Alguns livros tocam tão fundo na nossa alma que nos fazem querer mudar e nos tornar melhores do que somos hoje. Nos mobilizam a construir nossa vida de outro modo, com outros recursos e possibilidades.


E é por isso que os livros transformam o mundo. Modificam, primeiro, um mundo de cada vez. E quando esses mundos se juntam, tornam-se muito mais que a soma de suas partes, transformam-se num vento todo feito de sonhos e mudanças. Os livros mostram possibilidades, ideias e modelos para as pessoas ... e são elas que escolhem o que fazer com cada uma dessas coisas que chegam ao seu mundo. 


Licença Creative Commons
Por que livros transformam o mundo? de Carolina Feng é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://edensaga.blogspot.com.br/.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares