domingo, 29 de maio de 2011

PEREGRINO de Marcos Monjardim

Pessoal... tem lançamento no ar. Concedo-lhes a honra de conhecer Peregrino, um livro de Marcos Monjardim. Peregrino é minha proxima leitura e estou ansioso para que o livro chegue logo em casa. O lançamento é pela Multifoco e tem tudo para superar o esperado e atingir o fantástico. Leiam Peregrino!

Livro


"Estava frio. Havia deixado a janela de sua cabana mal fechada e o vento a abrira. No altar, imponente, a estátua do falcão peregrino encontrava-se sozinha. As urnas, as pesadas caixas, encontravam-se no chão. Estavam abertas e as cinzas misturavam-se. O vento ainda soprava. Um pequeno redemoinho se formou, carregando parte das cinzas. O vento as levava. Thiers sorriu e olhou novamente para o pequeno altar. O peregrino havia levado suas orações e trazia sua resposta. Não havia mais motivos para continuar na aldeia e era hora de partir".

Um sonho premonitório com casas suspensas em árvores; dois jovens de uma terra gelada se envolvem em uma contenda para decidir as ações de defesa de seu clã. Traição, intriga, amizade, romance, ódio e morte se alastrariam além das terras da Huega. Narnys, brantianos e baharans: vários povos envolvidos, e o peregrino como testemunha. O destino do clã mudaria a vida de todos arrastados nessa rivalidade e as conseqüências de seus atos poderiam mudar todo o mundo conhecido.

domingo, 22 de maio de 2011

ENSEJO

Este foi um texto de escrevi para uma amiga muito importante. agora compartilho com vocês.
Para Deane com carinho



Há um doce brilho que ressoa pelo vazio todo o sentimento!
A criação da mente já se faz ausente dando lugar ao ontem.
Quando em meio a distância se entrelaça no desejo...
Um desejo almiscar e mirroso que acalenta a alma num átimo de segundo.
As folhas que caíram forraram o chão para você passar,
E quem sabe abrirá passagem até chegares a mim...
Busquei no sol e nas estrelas o caminho até você mas não o encontrei..
Mas sei que as águas do futuro se abrirão, revelando o oculto ...
E quem sabe até lá, quando da vinha brotar seu vinho
Ainda me conheças tão bem quanto hoje..
Pois és parte de mim ..doce inoscência!!!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

AQUÁRIA

Feche seus olhos e escute a voz das águas.
Aqui em aquária onde as ondas sentem.
Vamos fale com elas!
Deixe os seres marinos te ajudarem.

No reino aquático as leis são outras.
Não importa essa coisa sem sentido
Que os humanos vivem,
Apenas a imensidão dos oceanos
E o doce toque da maré é o que realmente se releva.

Aquária! Solte sua fúria
Assim como fez com Atlantis.
A superfície merece seu castigo
Aquária! Cante em grande voz
Nos mares do sul onde os corais já nasceram
Seus súditos levantem seu tritão.

Desde seu despertar as águas se alegraram
Nos palácios de Khallium onde a correnteza nos leva;
Poderia você ser uma sereia?
Onde a magia pudesse ter algum efeito!

Aqui a escuridão do mundo não nos atinge
Porque aqui é Aquária
A cidade dos mil encantos
Temos nossa própria beleza
Que o mundo de vocês não pode alcançar.


Aquária! Solte sua fúria
Assim como fez com Atlantis.
A superfície merece seu castigo
Aquária! Cante em grande voz
Nos mares do sul onde as flores já nasceram
Seus súditos levantem seu tritão.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

ALGUM LUGAR

Chegamos ao limiar da vida
A esperança do mundo
E a nossa frente o abismo se abre feroz
Decorrente de nossas falhas.

Vidas incompletas, projetos inacabados!
Esse é o mundo em que você vive.
Onde tudo é formado pelo doce esquecimento.

Prédios abandonados, casas destruídas;
As ruas já não levam a lugar nenhum.
Porque na verdade não há para aonde ir
Estamos no fim do mundo.

As ondas dessa tempestade
Invadem nossas almas.
Veja a multidão que vive neste mundo
O gado cego sem rumo a seguir.

Vidas incompletas, projetos inacabados!
Esse é o mundo em que você vive.
Onde tudo é formado pelo doce esquecimento.

O primeiro céu já se passou
Agora podemos voar
Pois não há nada que nos prende ao chão
Porque os laços foram quebrados
Estamos no fim do mundo!

Sinta essa fina sinfonia
Eu a criei especialmente pra você
Para que seu coração seja confortado
À luz da lua que ainda sobrevive lá em cima
Em busca de algo. Em busca de amor.

Vidas incompletas, projetos inacabados!
Esse é o mundo em que você vive.
Onde tudo é formado pelo doce esquecimento.

Postagens populares