terça-feira, 14 de agosto de 2012

Precisamos falar sobre Harry potter

Olá Pessoal!
Hoje vamos ver mais um texto da Coluna do Redator. E a convidada é a colunista Isabelle Moura, que falará um pouco sobre Harry Potter, a tão amada série de J. K. Rowling.
Há 47 anos, nascia a criadora. Há 32 anos, nascia a criatura. O dia 31 de Julho é provavelmente o mais importante no calendário
dos fãs e admiradores de Harry Potter, pois é o dia que Jo Rowling e Harry compartilham como data de seus nascimento. Neste dia
tenho certeza que todos os fãs pararam por alguns minutos e, lembrando-se deste detalhe, fizeram sua homenagem. Do seu jeito e à sua
maneira, seja ela qual for, corações convergiram juntos para agradecer à mulher que soube criar e sonhar quando a maioria, em seu lugar,
teria se desesperado e desistido.




E tenho certeza de que ela não se importa nem um pouco com o tipo de homenagem que fizemos, ou o tempo e esforços que gastamos.
Porque o importante não é a beleza ou qualidade, e sim a sinceridade. Porque, assim como a Stephen King, pagam a Jo uma quantia absurda de
dinheiro por algo que ela faria de graça. E porque, acima de tudo, é a sincera emoção e a ferrenha lealdade de seus leitores que faz Joanne
continuar.


***

E Harry... bom, o que falar de Harry? O garoto tão intensamente amado no começo, tão cruelmente rejeitado e humilhado por aqueles que deve-
riam ter lhe dado que ele sempre precisou, e tão gloriosamente coroado e recompensado no final. A criança tão desesperadamente carente de amor e carinho,
o adolescente incompreendido, perseguido e injustiçado e o homem feliz, pleno e dando aos outros tudo o que sempre lhe fora negado. 




Não pretendo tomar muito tempo, aprendi que não sou boa com textos grandes. Apenas não poderia deixar passar em branco essa data que aproxima a todos nós,
potterheads, de nosso herói e nossa heroína. Nosso rei e nossa rainha. Pessoas tão distantes e inalcançáveis, mas ão presentes e palpáveis em nossas vidas.



Obrigada tia Jo, por ter tido a coragem de sonhar quando o mundo estava contra você. Por ter perseverado enquanto seu futuro e o de sua filha era incerto e
a fome e a pobreza faziam parte da sua realidade. Por ter nos dado Harry e sua presença em nossa vida e, principalmente, o prazer de descobrir os mundos
e sonhos que só a literatura e a fantasia poderiam nos mostrar.




Obrigada Harry, pelo exemplo e força. Pela perseverança e gana de proteger seus amados e sacrificar a si mesmo em prol de uma sociedade mais justa
e igual. Obrigada por nos mostrar a força que as reais amizades possuem, a lealdade mesmo aos que já se foram e que mesmo pessoas puras e justas
como você possuem medos, inseguranças e falhas. 



Vocês não nos afastaram da realidade; vocês nos aproximaram dela, mostrando que o mundo é injusto, cruel e sombrio e que as pessoas são os verdadeiros
monstros, mas que com a motivação correta e nossos amigos podemos mudar as coisas e tornar o mundo um lugar melhor.



As histórias que amamos vivem em nós para sempre e Hogwarts estará sempre lá para nos ajudar, e a razão é simples.

É porque a magia nunca morre. :D

Um comentário:

  1. uau...vc disse tudo o q eu estava sentindo e vc é boa sim em textos grandes rsrsrsrrs

    ResponderExcluir

Postagens populares