segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Lançamentos Leya - Novembro

O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares

Sinopse:Tudo está à espera para ser descoberto em O orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares, um romance inesquecível que mistura ficção e fotografia em uma experiência de leitura emocionante. Nossa história começa com uma horrível tragédia familiar que lança Jacob, um rapaz de 16 anos, em uma jornada até uma ilha remota na costa do País de Gales, onde descobre as ruínas do Orfanato da Srta. Peregrine para crianças peculiares. Enquanto Jacob explora os quartos e corredores abandonados, fica claro que as crianças do orfanato são muito mais do que simplesmente peculiares. Elas podem ter sido perigosas e confinadas na ilha deserta por um bom motivo. E, de algum modo – por mais impossível que pareça – ainda podem estar vivas.






___________________________________________________________________________________

  Elantris
Sinopse:
O príncipe Raoden, de Arelon, foi um dos tocados pela maldição que o levou a viver, ou a tentar sobreviver, em meio à loucura e maldições da cidade caída que, desde a maldição, tornara-se um cemitério para os que foram amaldiçoados. Prestes a se casar com Sarene, filha do rei de um país vizinho de Arelon – uma mulher que nem chegou a conhecer pessoalmente, mas que, mesmo com um casamento politicamente forçado, passou a conviver por meio de cartas – o príncipe é dado como morto, uma situação que parece ser irremediável, mas que precisa de explicações. E são esses mesmos esclarecimentos que Sarene procura ao chegar em Arelon e descobrir que tornara-se viúva antes mesmo de conhecer seu marido. E a partir daí começa a entender que terá que tomar conta de tudo sozinha, principalmente de um homem chamado Hrathen, um dos mais poderosos nobres, que está disposto a substituir o rei Iadon, pai de Raoden, para poder converter o país à religião Shu Dereth.  Elantris, que intercala capítulos sobre Raoden, Sarene e Hrathen, é uma obra cheia de energia e histórias fantásticas que não permite que o leitor pense em outra coisa, senão, na cidade de Elantris e suas maldições.  


__________________________________________________________________________________

 Tom Jobim
Sinopse:
 De autoria de Luiz Roberto Oliveira e Wagner Homem – mesmo autor de Histórias de Canções de Chico Buarque e Toquinho –, a obra mergulha nas letras de um dos criadores da Bossa Nova A editora LeYa lança em novembro “Histórias de canções – Tom Jobim”, quarto volume da coleção que já esmiuçou as letras de Chico Buarque, Toquinho e Paulo César Pinheiro. Fruto da parceria do jornalista Wagner Homem e de Luiz Roberto Oliveira – músico e responsável pelo site Clube do Tom –, a obra destrincha as histórias por trás das canções de Tom Jobim: suas parcerias, suas composições e seu legado para a música popular brasileira. Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim nasceu no bairro da Tijuca, em 1927. Um filho do Rio de Janeiro que jamais deixou a cidade sair de seu coração. Poderia ter sido arquiteto, mas a paixão pelo piano mudou o rumo de sua vida e consequentemente a história da MPB. “Histórias de canções – Tom Jobim” mergulha nas histórias que marcaram e moldaram as letras das composições de Tom, narra sua trajetória e as grandes parcerias, dentre elas a que mais marcou nossa música, a com Vinicius de Moraes. A união do poeta e do gênio resultou em verdadeiros hinos da brasilidade e declarações de amor ao Rio de Janeiro que marcaram gerações. Os autores contam, por exemplo, que originalmente a canção “Garota de Ipanema” foi composta para um musical de Vinicius que se chamaria Blimp e que ao contrário do que se pode pensar a canção brasileira mais executada no mundo não enriqueceu os compositores. Para “Corcovado”, a inspiração de Tom teria sido a vista de seu apartamento, na Rua Nascimento Silva, 107. O bar Veloso, que ele preferia chamar de Tom bar, foi cenário de mais uma grande história: foi no telefone deste bar que o próprio Sinatra ligou para Tom, e devido a esta ligação que nasceu o disco que elevaria o músico em definitivo para o âmbito mundial. Grandes amores, belas mulheres, as paisagens de tirar o fôlego, a amizade e principalmente a música foram frutos para as composições de Tom Jobim – maestro, pianista, compositor, cantor, arranjador, mas, acima de tudo, brasileiro. “Da janela vê-se o Corcovado O Redentor, que lindo! Quero a vida sempre assim Com você perto de mim Até o apagar da velha chama E eu que era triste Descrente deste mundo Ao encontrar você eu conheci O que é felicidade Meu amor”  

___________________________________________________________________________________


  

6 comentários:

  1. Quero muuuuito ler o livro do orfanato, parece ser um suspense muito bom.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Orfanata parece ser bom mesmo, mas Elantris foi o que mais me chamou atenção

      Excluir
  2. Esse do orfanato parece bem pesado... não sei se o lerei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe, eu acho que deveria ter uma classificação indicativa nos livros, igual tem nos filmes. Assim dava pra nós termos uma ideia melhor do que esperar do livro.

      Excluir
  3. Eu quero ver Elantris!
    Parece muito bom o.o

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi você com ele na mão na livraria... você comprou?

      Excluir

Postagens populares