terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

AO SOM DAS BORBOLETAS

Esse foi o meu primeiro texto que escrevi na forma de música para a saga de Éden: A profecia de Leslienth.
Compartilho com vocês agora esse texto que tanto mexeu comigo quando o escrevi...pois ele representava muitas coisas que estavam em meu coração quando ainda havia apenas um cursor piscando e nehuma palavra "escrita" do meu livro.


AO SOM DAS BORBOLETAS

Deixe seu coração te guiar
Pois não há outra maneira de fazê-lo
Quando as borboletas cantam.

Pode ouvi-las? Pode segui-las?
Abra sua alma e então verás
A magia profunda existente em Éden.

O silêncio possuiu seu coração,
E agora tudo se transfigura para você.
Sua alma está mais leve e perto do criador,
Deixe as fadas te ajudar
Elas conhecem o caminho.

Aqui em Éden, onde o fantástico se realiza.
Sempre que você assim o porfiar,
Então feche seus olhos, acalente sua alma
E siga o caminho das fadas.
Elas estão sussurrando.

Estamos nos aproximando!
O luar se finda abrindo caminho para a estrela da manhã
A hora é esta! Pode abrir os olhos
Nós encontramos o caminho...

Para o Vale das Borboletas...
Que dançam leves ataviando o céu.
E a sinfonia entoada por elas é especial.

Você pode ouvi-las? Pode senti-las?
Deixe seu coração te guiar!
Oh filho da lua! Oh filho de Éden!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares